Notícias

Newsletter

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Projeto Criando Juízo é apresentado na Firjan e sensibiliza empresários

O projeto Criando Juízo, finalista da edição deste ano do Prêmio Innovare, foi apresentado a empresários que compõem o Conselho Empresarial Trabalhista e Sindical da Federação das Indústrias do Estado do Rio (Firjan). A juíza Vanessa Cavalieiri explicou os detalhes da iniciativa, que estabelece uma via de ingresso no mercado de trabalho para adolescentes que cumprem medidas socioeducativas, ou estão em acolhimento institucional, pelo sistema de contratação do jovem aprendiz. De acordo com a magistrada, os empresários ficaram sensibilizados com o projeto e irão articular os setores de recursos humanos para contratar os jovens. Atualmente, a central de aprendizagem, braço operacional do Criando Juízo, conta com 1.030 adolescentes. Há 50 mil vagas ociosas de jovens aprendizes no estado. Sobre o Criando Juízo A proposta “Criando juízo – uma rede de apoio à cidadania por meio da aprendizagem” é encurtar as distâncias entre empresas e adolescentes e jovens em cumprimento de medida socioeducativa (infratores) ou em acolhimento institucional (que aguardam adoção), de forma a auxiliá-los primeiro passo rumo à inserção no mercado de trabalho. A iniciativa é da Comissão Interinstitucional do Estado do Rio de Janeiro para a Aprendizagem (Cierja), que consiste na articulação interinstitucional entre o TJRJ; o Tribunal Regional do Trabalho 1ª Região; o Ministério Público do Trabalho – Procuradoria Regional do Trabalho da 1ª Região; o Ministério do Trabalho - Superintendência Regional do Trabalho no Rio de Janeiro; a Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 1ª Região (Amatra1); a Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro e o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, incluindo o Departamento Geral de Ações Socioeducativas (DEGASE). FB
13/04/2018 (00:00)
Visitas no site:  73698
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia